Como funciona a matrícula fácil e de que forma ela pode facilitar durante a pandemia de covid19?

A maioria das cidades e Estados do país já se renderam a matrícula fácil, que nada mais é do que um sistema que permite a matrícula de alunos em escolas de forma completamente online. Normalmente, esse processo permite o revolvimento da questão inteiramente pela internet, sem precisar que pais ou responsáveis saiam de casa. Consequentemente, o número de filas nas unidades escolares diminui, algo benéfico para o momento atual, de pandemia de covid19. Mas como funciona a matrícula fácil?      

Todas os passos sobre como funciona a matrícula fácil serão descritos nesta postagem. Dependendo da prefeitura ou governo estadual, algumas orientações ou demandas podem ser diferentes, mas de uma forma geral é isso que você vai precisar saber para entender como funciona a matrícula fácil!

 

O que você precisa saber sobre a matrícula fácil

Normalmente, a matrícula fácil não vale para a inscrição dos estudantes em todos os anos. As vezes, ela pode funcionar só para a matrícula em creches. Em outros casos, apenas para o Ensino Fundamental ou Ensino Médio. Por isso, o mais importante é que você se informe com a Secretaria de Educação da sua cidade ou município para ter certeza que a matrícula fácil é válida para o que você precisa. 

Se você estiver fazendo a renovação da matrícula pela internet, vai precisar ter alguns documentos e dados em mãos, como por exemplo, o número da matrícula do estudante, data de nascimento e nome da mãe dele. Documento de identificação, comprovante de residência de um pais ou responsável e a carteira de vacinação podem ser outras solicitações da escola.  

Ao fazer a matrícula fácil, preste atenção! Ela pode ser feita uma vez, portanto qualquer erro, como turno escolhido, pode demorar para ser alterado. Quem sabe, uma alteração só consiga ser feita no início do ano letivo, se ainda existirem vagas disponíveis!

Se o pais, responsável ou estudante (maior de 18 anos), perder o prazo para a realização da matrícula online,  a vaga é perdida. Será necessário passar por outro processo para a entrada do aluno novamente na rede de ensino.  Isso vale especialmente para casos de renovação de matrícula. 

 

O que esperar para o ano letivo de 2021

A escolha de implementar a matrícula fácil como sistema para a inscrição e rematrícula de estudantes nas redes públicas de ensino foi feita por muitas cidades e Estados. Ela é usada como uma forma de evitar aglomerações nas escolas ou secretarias de educação pelo Brasil. Essa, com certeza, foi uma mudança feita com base nos novos parâmetros de biossegurança, que precisaram ser instituídos para evitar o contágio de covid19. 

Mas esse é só o começo: outras mudanças já podem ser previstas nos ambientes escolares, até mesmo depois que a vacina contra a doença seja disponibilizada para toda a população (o que pode demorar!). 

Entre as previsões para o ano que vem, estão o uso constante de máscaras de proteção; a popularização de procedimentos de higiene, como lavagem das mãos e aplicação constante de álcool em gel; a diminuição da capacidade máxima das turmas; a implementação de protocolos híbridos de ensino, com o uso cada vez mais comum das aulas online. 

Acredita se que esses protocolos devem ser flexibilizados apenas com a recomendação de autoridades da saúde, como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde.  

Usuário 4 Autor